dynavector

filosofia

A Dynavector é um produtor de cabeças de leitura de bobina móvel (vulgo moving coil) de altíssima qualidade, possuindo profundos conhecimentos teóricos e alta tecnologia de produção desde há trinta anos.
O entusiasmo gerado pela aparição do CD causou uma diminuição da produção analógica, com a inevitável consequência do desaparecimento de muitos especialistas de alta fidelidade. No entanto, a confiança depositada pela Dynavector na superioridade analógica face ao domínio digital, levou a perseverar na investigação, a fim de melhorar continuamente a qualidade sónica das suas cabeças de leitura de bobina móvel. A Dynavector lançou a si própria este desafio, de forma a proteger as colecções dos numerosos melómanos e a encorajar o público em geral a apreciar a superioridade do mundo analógico: uma cabeça de leitura, independentemente do seu preço, pode soar muito melhor que qualquer leitor de CD, por mais sofisticado que este seja.
A provar o bem fundado desta atitude é a situação actual, com as vendas de vinilo a crescer nos últimos dez anos! Este ressurgimento prova que a qualidade prevalece a longo prazo e fenómenos de moda são sempre efémeros, com um núcleo cada vez maior e mais forte de clientes e vendedores amantes da reprodução analógica que reconhecem os limites impostos pelos 16 bits / 44.1 KHz
As inovações que introduziram na concepção das cabeças de leitura provam que o som extraído dos discos de vinilo tem muito mais potencial musical que qualquer CD. Tal asserção tem fundamentos lógicos e rigorosos: a distorção digital é elevadíssima a 20 KHz, por exemplo, e as fases de conversão e reconversão são sempre elementos que degradam o som, analógico por definição.
A concepção da agulha, do diamante, da suspensão, etc. é quase perfeita do ponto de vista dinâmico em todos os modelos da gama Dynavector, conferindo uma notoriedade mundial à marca. Outro factor importante na performance de uma agulha, constantemente esquecido, o relativo às interferências entre o circuito magnético e o sistema vibratório, foi estudado e desenvolvido pela Dynavector.
Muitos dos materiais empregues actualmente em cabeças de leitura de alta gama devem a sua razão de existir ao simples facto de serem novos e de alta tecnologia. Na Dynavector, foram tidas em conta as influências teóricas dos circuitos magnéticos na reprodução sonora, antes de se conceber os modelos XX-2 e XV-1s. Foi desta maneira detectado um subtil fluxo magnético dentro do circuito, facto totalmente ignorado até então pela totalidade dos fabricantes de cabeças de leitura de bobina móvel. Através de cálculos e experiências, foi provado que mesmo um pequeno desvio de fluxo deforma de maneira significativa a força magnética, afectando a distorção de intermodulação no sinal de saída, quando são utilizados ímanes de alta energia (samário-cobalto ou neodímio-boro) que permitem um nível de saída elevado. Este efeito é provocado pela alta resistência magnética deste tipo de ímanes.
O modelo XX-2 foi o primeiro modelo a possuir o flux damper e o softened magnetism, a fim de evitar esta flutuação magnética não desejada.
Todas as cabeças de leitura da nova série (MK II) possuem igualmente as inovações já referidas, introduzidas no nosso modelo topo de gama desde a primeira versão.
Estas duas inovações eliminaram a aspereza e agressividade frequentemente encontradas nos modelos de bobina móvel, sem alterar minimamente a resposta de frequência, tornando perfeitamente audíveis as diferenças e provando assim que as diferentes características não são forçosamente detectadas pelos testes convencionais de tempo e frequência.
Com as recentes inovações introduzidas, acreditamos que praticamente todos os discos de vinilo, novos ou velhos, são capazes de reproduzir a música de uma forma perfeitamente natural, incapaz de se obter através de um CD.

células (cabeças para gira–discos)   topo

DYNA DRTXV1T

O modelo original, denominado XV-1 foi concebido para elevar a rerpodução dos discos analógicos a um nivel nunca antes atingido, tornano-se num modelo único, sem rivais. A Dynavector sempre permaneceu inabalável perante as inúmeras sucessões de formatos digitais, segura dos  conhecimentos e de que a vastissíma herança da música gravada em vinilo era muito superior aqueles formatos. O modelo DRTXV1T é a prova deste enorme enusismo e fé que a Dynavector deposita no formáto analógico e demonstra a vontade incessante de dele tirar o melhor partido.

A DRTXV1 sempre foi e é diferente de todo o tipo de células existentes. O seu circuito magnético tem oito imanes de ALNICO, o circuito magnético está dividido em dois, com uma peça especial em madeira de ébano africana) para equalizar o fluxo magnético. No garfo frontal são colocadas simetricamente duas bobinas que melhoram a estabilidade magnética, tornando o seu campo mais homogéneo e linear do que nos sistemas MC convencionais.

DRTXV1T recebeu o 'Golden Ear Award 2001' da revista Absolute Sound pela sua avançada tecnologia.

A Dynavector continua a pesquisar e este novo modelo da XV-1 trás inúmeras alterações, embora com as mesmas especificações técnicas, sobretudo anível do corpo e dos componentes magnéticos que permitem obter melhorias notórias a nível da imagem estereofónica e um agudo extenso mas muito suave e natural.O corpo com armação especial garante a estabilidade do fluxo magnético à bobina móvel durante a leitura dos discos. Os enrolamentos das bobinas são feitos com fio de cobre PCOOO de 30 microns.




Tipo: Célula de bobina móvel de baixa saída com ímãn de alnico e Flux damper
Tensão de saída: 0,3mV (a 1KHz, 5cm/sec.)
Separação entre canais:  30 dB (a 1KHz)
Equilíbrio entre canais:  1,0 dB (a 1KHz)
Frequência de resposta:  20 - 20.000Hz (± 1dB)
Compliance:  10 x 10-6 cm/dyn
Peso de leiturA:  1,8 - 2,2 grams
Impedância:  R=6 ohms, L=18 micro Henry
Carga recomendada:  > 30 ohms
Cantilever boron sólido, com  6mm comprimento e 0,3mm diâmetro
Geometria do diamante: contact line PF 7x30 micron
Peso: 12,6 g



DYNA DRTXV1T    7.900,00 €
DYNA DRTXV1S  

É um modelo com um circuito magnético único no mundo - possui oito pequenos ímanes de alnico, bem como o flux damper e o softened magnetism já conhecidos da marca. Estes oito ímanes são separados em dois grupos de quatro, ambos estabilizados magneticamente por bobinas. Esta geometria atípica permite obter um campo magnético mais linear do que nos modelos MC convencionais.
Estas alterações não são significativas nas especificações técnicas convencionais mas permitem obter melhorias notórias na imagem sonora reproduzida e uma extensão das frequências sem qualquer sinal de agressividade.

Tipo: Célula de bobina móvel de baixa saída com ímãn de alnico e Flux damper
Tensão de saída: 0,3mV (a 1KHz, 5cm/sec.)
Separação entre canais:  30 dB (a 1KHz)
Equilíbrio entre canais:  1,0 dB (a 1KHz)
Frequência de resposta  20 - 20.000Hz (± 1dB)
Compliance:  10 x 10-6 cm/dyn
Peso de leitura:  1,8 - 2,2 gramas
Impedância:  R=6 ohms, L=18 micro Henry
Carga recomendada:  > 30 ohms
Agulha: boron sólido, com  6mm comprimento e 0,3mm diâmetro
Geometria do diamante: contact line PF de 7x30 micron
Peso: 12,6 g




DYNA DRTXV1S     5.400,00 €
DYNA DRTXV1Smono    5.600,00 €
DYNA TEKAITORA   

Modelo com corpo de titânio, bobinas em prata pura e agulha de boron.

Este modelo de topo de gama possui um corpo de titânio e bobinas com enrolamentos de prata de alta qualidade. Resultou da colaboração estreita e simbiótica entre a Dynavector australiana e a casa-mãe, no Japão. A agulha de 6mm de boro possui um diamante com perfil line contact. As propriedades mecânicas deste modelo tornam-no compatível com todos os braços actuais de alta qualidade.

Tipo:  Célula de bobina móvel de baixa saída com ímãn de alnico e flux damper
Tensão de saída: 0.26mV (a 1KHz, 5cm/sec.)
Separação entre canais:  30 dB (a 1KHz)
Equlíbrio entre canais:  1,0 dB (at 1KHz)
Frequência de resposta:  20 - 20,000Hz (± 1dB)
Compliance:  10 x 10-6 cm/dyn
Peso de leitura:  1,8 - 2,2 gramas
Impedância:  R=5 ohms
Carga recomendada:  > 30 ohms
Agulha: boron sólido, com  6mm comprimento e 0,3mm diâmetro
Geometria do diamante: contct line PF de 0,14 x 0,08 mm 
Peso: 9,8 g




DYNA TEKAITORA RUA         3.300,00 €
DYNA XX2MK2   

A XX-1 foi a primeira célula a incoporar o "magnetic flux damper" e o "softened magnetism", ambos patentes da Dynavector e processos que eliminam as variações do campo magnético, prejudiciais para o som. A XX2Mk2 continua a possuir todas estas inovações e possui novos imanes do tipo ALNICO, bem como um novo circuito magnético que oferece resultados sonoros superiores.

Tipo:  Célula de bobina móvel de baixa saída com ímãn de alnico e flux damper e softened magnetism
Tensão de saída:  0,23mV (a 1KHz, 5cm/sec.)
Separação entre canais:  30 dB (a 1KHz)
Equilíbrio entre canais:  1,0 dB (a 1KHz)
Frequência de resposta  20 - 20.000Hz (± 1dB)
Compliance:  10 x 10-6 cm/dyn
Peso de leitura:  1,8 - 2,2 gramas
Impedância:  R=6 ohms, L=18 micro Henry
Carga recomendada:  > 30 ohms
Agulha: boron sólido, com  6mm comprimento e 0,3mm diâmetro
Geometria do diamante: contct line PF de 0,14 x 0,08 mm 
Peso:  8,0 g
xx2.jpg



DYNA XX2MK2         1.590,00 €
DYNA KARAT 17D3

A cabeça de leitura 17D3 foi concebida para ter características de dispersão reduzidas, bem como uma resposta de frequência que se estende até 100kHz. A teoria da dispersão das vibrações da agulha foi constantemente ignorada na concepção das cabeças de leitura de alta performance, que podem ter uma excelente resposta de frequência, mas um som medíocre.
Este paradoxo pode ser analisado através da teoria da dispersão. A Dynavector foi e continua a ser o único fabricante a conceber cabeças de leitura baseadas simultaneamente na teoria da dispersão e na resposta de frequência.
Desde o nascimento da 17D3 que é reconhecida a validade da teoria da dispersão, e foi, graças aos rápidos progressos da tecnologia do laser, que se pode obter um corte mais preciso, permitindo produzir uma agulha extremamente curta.
A cabeça de leitura 17D3 MkII foi desenhada graças às condições citadas anteriormente e continua a ser concebida com materiais de dimensões tão reduzidas que apenas a Dynavector tem o know-how para as fazer.

Tipo:  Célula de bobina móvel de baixa saída com flux damper
Tensão de saída:  0,3mV (a 1KHz, 5cm/sec.)
Separação entre canais:  25 dB (a 1KHz)
Equilíbrio entre canais:  1,0 dB (a 1KHz)
Frequência de resposta:  20 - 20.000Hz (± 1dB), 20 - 100.000Hz
Compliance:  15 x 10-6 cm/dyn
Peso de leitura:  1,8 - 2,2 g
Resistência DC:  R=38 ohms
Carga recomendada:  > 100 ohms
Agulha  diamante sólido, com 1,7mm comprimento e 0,25mm diâmetro
Geometria do diamante: Micro-Ridge
Peso:  5,3 g





DYNA Karat-17D3         1.290,00 €
DYNA 20X2H / 20X2L   

O seu corpo é de alumínio e a agulha de 6mm tem um perfil elíptico. O flux damper e o softened magnetism aliados a um íman poderoso permitem obter 2.8 mV de tensão de saída, compatível com as entradas Phono MM. O modelo 20XL tem um nível de saída de 0.3 mV, ideal para as entradas Phono MC.

Tipo:  Célula de bobina móvel de baixa saída com flux damper e softened magnetism
Tensão de saída:  2,8mV/0,3mV (a 1KHz, 5cm/sec.)
Separação entre canais:  25 dB (a 1KHz)
Equilíbrio entre canais:  1,0 dB (a 1KHz)
Frequência de resposta:  20 - 20.000Hz (± 2dB)
Compliance:  12 x 10-6 cm/dyn
Peso de leitura:  1,8 - 2,2 g
Resistência DC:  R=150 ohms / 5 ohms
Carga recomendada:  > 1Kohms / > 30 ohms
Agulha:  alumínio com 6mm de comprimento
Geometria do diamante: Perfect elliptical
Peso: 9,2 g




DYNA 20XH         890,00 €
DYNA 20XL         890,00 €


Crédito cabeça velha / troca por uma nova

DYNA 9510 Crédito pela cabeça Dynavector DRT XV-1t velha / danificada 1.600,00 €
DYNA 9501 Crédito pela cabeça Dynavector DRT XV-1s velha / danificada 980,00 €
DYNA 9508 Crédito pela cabeça Dynavector Tekaitora velha / danificada 660,00 €
DYNA 9502 Crédito pela cabeça Dynavector XX-2 velha / danificada 300,00 €
DYNA 9509 Crédito pela cabeça Dynavector Karat-17D3 velha / danificada 240,00 €
DYNA 9503 Crédito pela cabeça Dynavector Karat-17D2mkII velha / danificada 240,00 €
DYNA 9504 Crédito pela cabeça Dynavector 20XH velha / danificada 160,00 €
DYNA 9505 Crédito pela cabeça Dynavector 20XL velha / danificada 160,00 €
DYNA 9507 Crédito pela cabeça Dynavector 10X5 velha / danificada 110,00 €
DYNA 9506 Crédito pela cabeça Dynavector 10X4 mkII velha / danificada 110,00 €


braço para gira–discos   topo   

DYNA DV507MK2  





DYNA DV507MK2         6.900,00 €
DYNA DV507MK2/BLACK    5.900,00 €
O DV507 é um braço com eixo duplo, controlo inércico, capaz de aceitar qualquer tipo de célula para uma leitura de extrema precisão.Graças à sua geometria e características mecâncias únicas, é capaz de ler com toda a facilidade mesmo discos descentrados, tortos ou pouco planos.Tem coo características principais alta resolução, recorte e controlo a todas as frequências.



Características: Braço com equlibrio dinâmico e controlo de inércia nos eixos
Comprimento total: 306mm. Com headshell: máx. 326 mm
Comprimento efectivo: 241mm (do centro do eixo do braço ao diamante)
Overhang: 15mm
Ângulo de offset: 21.5 graus
Altura: 59mm até 92mm
Cama de ajustes da altura: 39mm-72mm
Profundidade: 36mm sem cabo de ligação
Peso recomendado das células: 15-35 gramas, headshell incluída
Horizontal tracking angle error: -1.1 graus a +2.2 graus , 0 no sulco interior do disco, 2.2 graus no sulco exterior do disco
Gama ajustável do peso de leitura: 0-38 gramas em passos de 0,2 gramas
Sensibilidade das chumaceiras: Horizontal:menos de 50 mgramas, Vertical: menos de 40 mgramas
Peso: 1,380 gramas
Saída: Ficha 5P
Ligação da headshell: Ficha  de quatro pinos ao standard EIA
Acessórios fornecidos:
  • cabo de baixa resistência (0.025 ohms/m, 50pF/m) e alta qualidade
  • headshell de alumínio maciço de 15 gramas
  • gabarito de montagem para o braço
  • gabarito de montagem para a headshell

  
Pré-amplificador de phono    topo


DYNA P75 MK3  

Pré-amplificador de phono MM / MC com vários ajustes de ganho (40, 46, 50, 60 e 63dB
e sistema "phono enhancer"

O Dynavector P-75MK3 Phono Stage é um modelo de baixo custo mas com características absolutamente excepcionais e únicas, de grande sofisticação técnica que lhe permitem obter performances a nível dos melhores andares de phono existentes..

O P75MK3 possui um circuito "phono enhancing" patenteado e desenhado pelo Dr Tominari que melhora significativamente a performance das células MC de baixo nível de saída.

Através de um conjunto de "jumpers" fornecido pode ajustar de forma optimizada todos os parâmetros: ganho, impedância, para células MM ou MC, de tensão baixa, média ou alta. Os ajustes são efectuados no interior, no próprio circuito, para reduzir ao máximo o trajecto do sinal.
Este andar de phono é universal e de altíssima qualidade, podendo ser associado às melhores células high-end do mercado ou oos modelos de entrada.


A fonte de alimentação do P75MK3 é um dos seus elementos mais inovadores pois necessita apenas de um pequeno transformador exterior de 12V sem qualquer interferência na qualidade final do som. Isto é possível porque no interior do P75MK3 existe um sofisticado circuito de alimentação que funciona a 1/4MHz. Este circuito converte a tensão de baixa qualidade proveniente do transformador exterior em duas tensões elevadas e simétricas, através de um processo complexo que recorre à mais recente tecnologia. A frequência de funcionamento desta nova alimentação é 12 vezes superior às frequências de áudio e incorpora reguladores de baixíssimo ruído e larga frequência a fim de fornecer um sinal puro, estável e sem ruído. A energia assim armazenada é dezenas de vezes superior à necessária para alimentar os circuitos, o que faz com que esteja sepre disponível. Qualquer alteração da fonte de alimentação externa é, assim, inútil, não alterando a qualidade de som final. Este andar de phono é extremamente silencioso, mesmo quando funcionando com ganho máximo, para células MC de baixo nível de saída, graças a esta sofisticada fonte de alimentação.



Eis alguns dos ajustes possíveis no interior do P75MK3:

Tipo de Cabeça Sensibilidade de entrada Ganho Carga

MC de baixa saída
Standard phono stage

0.2mV or 0.15mV 60 & 63dB 30, 60, 100, 220, 470 ohms

MC de alta saída
MM, MI

2mV 40, 46dB 47k (47,000) ohms
MC de média saída
MM, MI
1mV 50dB 47k (47,000) ohms
Dimensões ( L x C x A ) 133 x 83 x 44 mm
Peso 400g





DYNA P75MK3         780,00 €


Transformador de MC

DYNA SUP200

Transformador para cabeças MC - ganho 26dB

The Dynavector SUP-200 is superior quality step up transformer that will extract the very best musical performance from most moving coil cartridges. Although predominantly designed for use with Dynavector MC cartridges.

The SUP-200 has 26dB gain and can be matched with all moving coil cartridges within the 3-35 ohms Impedance range and an output voltage of more than 0.1mV. The use of high permeability core material ensures ultra low distortion and maintains minimum power loss

Features
The use of high permeability core material ensures ultra low distortion and maintains minimum power loss.

Vibration control is achieved by impregnation of the coil. Further insulation is provided between the coil and casing. Large diameter OFC coil windings ensure minimal power loss, high resolution in the critical mid-low frequency area and a smooth high frequency response.

The transformer is magnetically double shielded by a nu-metal housing then encapsulated in a thick aluminium case that completely separates the left & right channels and ensures complete shielding.

A high quality carefully selected resistor is used to correctly terminate the secondary output to maintain a steady performance and excellent frequency response regardless of the change in load impedance or connected audio cables.

Rhodium plated input-output RCA terminals provide excellent reliability and long durability. Rigid construction of the aluminium chassis discourages vibration and culminates in a high performance aesthetically pleasing product.

Frequency Response 20 Hz-100k Hz (+0.5 dB, -1.0 dB )
Step-Up Gain 26dB (3 ohms / 47k ohms at 1k Hz)
Channel Balance < 0.1dB at 1k Hz
Channel Separation > 90dB at 1k Hz
Input Impedance 3 ohms - 35 ohms
Recommended Load Impedance 47k ohms
Dimensions W120 mm x D100 mm x H60 mm
Weight 1.15 kg
Country of origin Made in Japan

DYNA SUP200        1.900,00 €

os preços acima mencionados já incluem o IVA